RECEBA ATUALIZAÇÕES DO BLOG VIA EMAIL

domingo, 30 de janeiro de 2011

  

FESTA 
BLACK LOVERS
A mais elegante do centro do Rio de Janeiro
     


 
    


OFICINA ITINERANTE
TREME TERRA
ESCULTURAS SONORAS
RJ


  
 
SE ACASO VOCÊ CHEGASSE
TEATRO
SALVADOR/BA
    

  


DJ LOOPY
PROGRAMA PONTE AEREA
Rádio Web
  

 
 
SAMBA DOS 3
RJ
   

 
   
RODA DE SAMBA 
LEANDRO  D'MENOR
E CONVIDADOS
RJ


   

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

  

17º CORTEJO "ÁGUAS DE OXALÁ"
ARARAS - SP







FEMADUM
Festival de música e
artes do Olodum

com Olodum, Afro Jhow, Ponto de Equilíbrio,
Dubstereo, Tom Black e Na Varanda.

O festival vai apresentar as músicas que
embalarão o Carnaval 2011 do bloco

Endereço: Largo do Pelourinho - Centro Histórico,
Salvador / BA.  Tel. 3321-4154
Entrada Gratuita


 






SAMBA DO CHAPÉU
RJ





terça-feira, 25 de janeiro de 2011



Seminário de Divulgação da 
Norma Internacional de 
Responsabilidade Social
ABNT NBR ISO26000

dia 7 de fevereiro (2ª-feira), das 8h30 às 13 horas
13º andar da Sede do Sistema FIRJAN 
(Av. Graça Aranha nº1, Centro).

Participarão como palestrantes representantes da Associação Brasileira de Normas Técnicas, Petrobras, Furnas, FIRJAN e Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense.

As confirmações de presença deverão ser feitas
pelo e-mail eventos@abnt.org.br

Evento gratuito. Vagas Limitadas!

Mais informações:
Assessoria de Responsabilidade Social do Sistema Firjan
Telefone: 21 2563-4386
Contato: Michele






segunda-feira, 24 de janeiro de 2011




CONVOCAÇÃO GERAL!!!!! 

LUGAR DE MULHER É NA ACADAMEIA BRASILEIRA DE LETRAS!!!

Av. presidente wilson, 203 - centro / RJ
Dias 25, 26 e 27/01 - as 17h


sábado, 15 de janeiro de 2011





INTERDISCIPLINANDO A 
CULTURA NA ESCOLA COM O JONGO
RJ
                          


IV SEMINÁRIO
INSERÇÃO  & REALIDADE
RJ



terça-feira, 11 de janeiro de 2011



MARATONA BLACK MUSIC
Volta Redonda/RJ



sexta-feira, 7 de janeiro de 2011


SAMBA SEVERIANO
O TRADICIONAL SAMBA DO TRABALHADOR SOB O COMANDO DE MOACYR LUZ NA
SEDE SOCIAL DO CLUBE DO BOTAFOTO - RJ


07/01/11 - 22hs



quinta-feira, 6 de janeiro de 2011



RESPONSABILIDADE SOCIAL OU
SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA
Julianna Antunes
Em moda no mundo empresarial, os termos sustentabilidade e desenvolvimento sustentável muitas vezes causam confusão. Afinal, existe diferença entre sustentabilidade corporativa e responsabilidade social? Desenvolvimento sustentável diz respeito apenas ao meio ambiente ou engloba o badalado triple bottom line?

Mais do que a preocupação com os termos ou jargões utilizados, o que interessa para profissionais da área é a forma como as empresas encaram a importância do equilíbrio entre lucro, meio ambiente e sociedade. Se pararmos para pensar, o que começou como mera filantropia, aos poucos foi ganhando volume e importância, chegando, com a hoje chamada sustentabilidade corporativa, a níveis estratégicos dentro das corporações.

Nas décadas de 70 e 80, por exemplo, a preocupação da sociedade era com o derramamento de óleo, a indústria baleeira e a guerra contra o tabagismo. A década de 90 concentrou a preocupação com a indústria da pesca, a silvicultura, a indústria química e a igualdade no terceiro mundo. Já o século XXI carrega o peso da responsabilidade das emissões de carbono, do aquecimento global, da escassez de recursos naturais e da desigualdade social em todo o mundo.

E não foi apenas a preocupação da sociedade que foi mudando ou se tornando mais complexa ao longo dos anos. A pressão exercida pelos mais diversos stakeholders acabou por criar novos desafios para as empresas, fazendo com que estas se direcionassem a uma melhor forma de gestão do risco, das pessoas e do próprio negócio.

É justamente a melhor gestão do negócio a principal característica da sustentabilidade corporativa nos dias de hoje. Enquanto que anos atrás a área era gerida de forma isolada, vista como custo e tinha os desafios focados em engajamento interno, reputação e relações públicas, hoje a área é estratégica, integrada aos processos e vista como oportunidade.

Mesmo que ainda haja empresas mais preocupadas com o retorno de marketing proporcionado pela sustentabilidade, há diversas outras que não apenas adotam o conceito, como cobram de sua cadeia produtiva a mesma postura. Um exemplo bem recente é a exigência feita pela gigante de artigos esportivos Adidas à Bertin, uma das maiores empresas brasileiras de agronegócio, de que o couro fornecido não provenha da criação de gado em áreas de desmatamento. A atitude foi uma resposta ao relatório divulgado pelo Greenpeace, que aponta a indústria pecuária na Amazônia brasileira como a maior fonte de desmatamento no mundo.


A questão é que não importa se chamam de responsabilidade social ou sustentabilidade corporativa, se existe uma área específica dentro da empresa ou o profissional está alocado em RH, comunicação, ou mesmo marketing. O que importa é que para estar alinhado às mais modernas práticas de gestão, o conceito deve estar presente no planejamento estratégico e os profissionais orientados para resultados, atentos às oportunidades de negócio e lucro (sustentável, é claro).


E também não podemos nos esquecer da mudança cultural que a sustentabilidade proporciona a uma empresa. Ela só funciona efetivamente se estiver presente na filosofia da organização, nos valores dos funcionários e em toda cadeia produtiva, de ponta a ponta, até o consumidor final. Sem contar que não deve ser encarada de forma reativa, mas sim como transformadora, permitindo que as empresas melhorem seus processos, gerando economia, eficiência, valor de marca e reputação.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011



ONU lança
Ano Internacional para
Afro-Descendentes

10/12/2010
Em mensagem à Assembleia-Geral, Ban Ki-moon diz que o evento pretende reforçar o compromisso político para erradicar a discriminação.
Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram, nesta sexta-feira em Nova York, o Ano Internacional para Descendentes de Africanos.

Num discurso, o Secretário-Geral, Ban Ki-moon explicou o objetivo do evento, que será marcado em 2011.
Diversidade
Segundo ele, o Ano Internacional tentará fortalecer o compromisso político de erradicar a discriminação a descendentes de africanos. A iniciativa também quer promover o respeito à diversidade e herança culturais.
Numa entrevista à Rádio ONU, de Cabo Verde, antes do lançamento, o historiador guineense Leopoldo Amado, falou sobre a importância de se conhecer as origens africanas ao comentar o trabalho feito com quilombolas no Brasil.
Dimensão
"Esses novos quilombolas têm efetivamente o objetivo primordial de fortalecer linhas de contato. No fundo restituir-se. Restituir linhas de contatos, restituir aquilo que foi de alguma forma quebrada, aquilo que foi de alguma forma confiscada dos africanos, que é a possibilidade de reestabelecer a ligação natural entre aqueles que residem em África, que continuam a residir em África e a dimensão diaspórica deste mesmo resgate. A dimensão diaspórica da África é efetivamente larga e grande", disse.
Ban lembrou que pessoas de origem africana estão entre as que mais sofrem com o racismo, além de ter negados seus direitos básicos à saúde de qualidade e educação.
Declaração de Durban
A comunidade internacional já afirmou que o tráfico transatlântico de escravos foi uma tragédia apavorante não apenas por causa das barbáries cometidas, mas pelo desrespeito à humanidade.
O Secretário-Geral finalizou a mensagem sobre o Ano Internacional para os Descendentes de Africanos, lembrando a Declaração de Durban e o Programa de Ação que pede a governos para assegurar a integração total de afro-descedentes em todos os aspectos da sociedade.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011


PROJETO  AFRICANIDADE   E  TRABALHO
CIAFRO


O Projeto "Africanidade e Trabalho: pela inclusão e igualdade social", será gerido pelo CIAFRO – Centro de Integração da Cultura Afro-Brasileira por meio do apoio da SEPPIR – Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial, está com inscrições abertas para os cursos de Cultura Afro e Cidadania, Telemarketing e Informática. Para participar não há necessidade de seleção, basta que o interessado esteja matriculado em qualquer instituição de ensino da rede pública.
As inscrições podem ser realizadas de 13 a 23 de dezembro de 9 às 17h, na matriz da Instituição, rua Orlando de Aquino, 115 Parque Anchieta – RJ. Tels: 2455-2970 / 3761-3354.
Para participar, jovens de 16 a 24 anos. Para a matrícula, os interessados devem se dirigir diretamente a matriz, levando RG e comprovante de matrícula escolar. As aulas serão iniciadas em 10 de janeiro de 2011.
O Projeto tem como objetivo levar a população o acesso a conhecimentos, à discussões criticas sobre diversidades étnicas e cidadania e à capacitação técnica, promovendo melhoria e possibilitando a atuação dos alunos na construção de suas histórias