RECEBA ATUALIZAÇÕES DO BLOG VIA EMAIL

segunda-feira, 13 de maio de 2013

MÃE ...



A Mãe é ouro, o Pai é vidro." diz um ditado Yorubá.


O papel da mãe é extremamente importante dentro da sociedade africana. O papel feminino se baseia em torno da idéia de que a mulher em princípio pode e deve gerar filhos. A forma que utilizar para cuidar dos seus filhos demonstrará a todos, a sua paciência, gentileza, suavidade e persistência, e com esta atitude, formará um estreito relacionamento com os seus filhos, o que terminará por proporcionar um forte laço maternal nessa cultura.

O Ashanti considera o vínculo entre mãe e filho como a pedra angular de todas as relações sociais. Eles consideram-na como uma relação moral que é absolutamente obrigatória. Uma mulher Ashanti não mede o trabalho que faz por seus filhos. Especialmente para os alimentar, vestir e educa-los, ela trabalha duro. Ela às vezes até aborrece o marido para certificar-se de que ele realiza fielmente os seus deveres como guardião legal da criança. Nenhum trabalho é demasiado exagerado para uma mãe Ashanti realizar, ela em contra-partida, exige de seus filhos a obediência e o respeito afetuoso. Nessa sociedade, mostrar qualquer desrespeito a uma mãe é o equivalente a cometer um sacrilégio.

Fonte: - Amadiume, Ifi. Re-Inventing Africa: Matriarchy, religion and culture.
Yalodê Originalidades Nagô

Nenhum comentário:

Postar um comentário