RECEBA ATUALIZAÇÕES DO BLOG VIA EMAIL

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

TIA CIDA DOS TERREIROS - LANÇAMENTO DO CD


Maria Aparecida da Silva Trajano foi uma das primeiras moradoras de São Mateus. Viu a comunidade crescer, teve papel social fundamental através do trabalho que realizou na paróquia e na creche da região, além de incentivar seus filhos e os amigos deles a fazerem sambas em sua casa, o que mantinha as crianças mais seguras. Com isso, a casa da Tia Cida se tornou o reduto do samba na região, os filhos e amigos deles cresceram, tornaram-se sambistas – alguns, inclusive, profissionais – e ela se tornou a matriarca do samba em São Mateus.

Dia 13 de dezembro, Tia Cida lança seu primeiro CD com show no Sesc Belenzinho. Em entrevista, ela conta um pouco da sua história, como se tornou Tia Cida, a primeira vez que cantou para um grupo de pessoas (encorajada por Beth Carvalho em sua própria casa) e o porquê da escolha de cada música do repertório. Os podcasts trazem também depoimentos de Magnu Sousá e Ivison Pessoa, compositores e integrantes do Quinteto em Branco e Preto.
Show de lançamento do primeiro disco da sambista Tia Cida dos Terreiros, que reúne clássicos do samba e inéditos. Com Quinteto em Branco e Preto

----
Tia Cida dos Terreiros é figura central do movimento que culminou no projeto do Berço do Samba de São Mateus. Foi no quintal de sua casa, na Zona Leste paulistana, que compositores e músicos locais se reuniram em rodas de samba para interpretar composições inéditas e clássicas.





Lançado pelo Selo Sesc, o disco reúne sambas que marcaram a vida de Tia Cida, como “Lágrima Flor” (Billy Blanco), “Nem Sei” (Candeia), “A Cigana” (Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho), “Lágrimas” (Blecaute) e “Da Cor do Pecado” (Bororó), e inéditos assinados pelos sambistas do grupo Quinteto em Branco e Preto, frequentadores de seu quintal e convidados do show de lançamento. Destes, destaque para “Tia Cida dos Terreiros” (Ivison Bezerra e Magnu Sousá), “Proximidade” (Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira) e “Alê Luelo” (Ivison Bezerra e Gerson da Banda).

Comedoria (500 lugares). Duração: 1h30.


Fonte: http://www.sescsp.org.br/online/edicoes-e-selo-sesc/196_O+LANCAMENTO+DO+CD+TIA+CIDA+DOS+TERREIROS#/tagcloud=lista

Nenhum comentário:

Postar um comentário